Revisão de neurologia: Parte autonômica sacral é simpática e não parassimpática.

O sistema nervoso autonômico (ou autônomo) já é um velho conhecido. Ele regula diversas funções vegetativas como a respiração, circulação, digestão, etc.

As diferenças anatômicas e funcionais permitem dividir o SNA em duas partes, também bastante conhecidas, sendo estas simpático e parassimpático. 

Com base nessas diferenças citadas acima, o sistema nervoso simpático é associado à região toracolombar enquanto o parassimpáticl associado à região cranio-sacral.

E é aqui que uma descoberta científica recente acaba de propor uma revisão.

Espinosa-Medina et-al reavaliaram as funções dos neurônios autonômicos da região sacral, com base em análises anatômicas e moleculares e apontam para uma recategorização.

Nessa pesquisa realizada em camundongos, os neuronios antes classificados como parassimpáticos, e que controlam funções do reto, bexiga e órgãos genitais, mostraram-se indistinguíveis dos ramos simpáticos toracolombares. Os pesquisadores concluem que o sistema nervoso parassimpático recebe informações exclusivamente por nervos craniais enquanto o simpático recebe por vias espinais torácica, lombares e sacrais inclusive.

Mais detalhes serão publicados em breve em uma revisão deste artigo e na publicação mensal do Atlas de Quiropraxia.

Fonte:

Science  18 Nov 2016:
Vol. 354, Issue 6314, pp. 833-834