Desbravando a Técnica Diversificada

Falar em Quiropraxia logo nos leva a falar sobre suas técnicas e inevitavelmente nos deparamos com a Técnica Diversificada (Diversified Technique – DT)

A DT tem um longo histórico na complexidade de sua definição. Em partes, isso se deve a generalidade de seu nome. Muitas pessoas consideram que o “diversificada” é aplicado como adjetivo, no sentido de “eclética”, enquanto outros consideram que é um substantivo, nomeando assim uma determinada técnica com sistema próprio.

O fato é que em algum momento da história da Quiropraxia, as raízes da aplicação desse termo se perderam, e a Diversificada se tornou ampla demais para ser definida, enquanto seu nome ganhou mais e mais definições.

Para se ter noção da delicadeza deste tema, muitos dos catálogos que foram desenvolvidos listando as técnicas de Quiropraxia, não incluíam a DT. Mesmo os mais abrangentes autores como Kfoury, que editou um desses catálogos em 1977 no qual constava técnicas pouco ortodoxas ( ex: Reflexo Postural Perianal), não citou a Técnica Diversificada, talvez devido à falta de clareza do assunto.

Cooperstein define a DT de modo muito interessante:

”A Diversificada é como um amigo bem próximo, cujo passado está confuso e que sua verdadeira identidade permanecerá desconhecida até desvendarmos sua história.”

Dentro desse contexto, a definição que consta no Atlas de Quiropraxia para a Técnica Diversificada é baseada na generalidade da técnica, mas com certas referências de autores que se dedicaram a seu estudo.