Técnicas Complementares – Não têm esse nome a toa!

Existe certa confusão por parte dos pacientes e até mesmo de alguns Quiropraxistas quanto às técnicas de Quiropraxia que lidam diretamente com lesões, doenças, etc.

Comento exaustivamente que a base da Quiropraxia e seu objetivo é Encontrar e Remover as Subluxações (ou Complexo de Subluxação Vertebral Cid 10 M99.1). O que dizer então das incontáveis técnicas que tratam lesões e que foram criadas por Quiropraxistas?  Essas são as chamadas Técnicas COMPLEMENTARES de Quiropraxia, ou seja, que agregam uma nova proposta para complementar o atendimento, visto que muitas pessoas procuram a Quiropraxia para se livrarem de dores, tendinites, e outras condições que podem nem sempre são causadas por subluxações.

Todas as técnicas que têm como o objetivo o eixo da Quiropraxia (encontrar e remover subluxações) são de estudo e aplicação exclusivas de Quirorpaxistas, enquanto que essas modalidades complementares são abertas para os diversos profissionais da área da saúde.

O importante não é o fato de um Quiropraxista agregar técnicas complementares ou não ao atendimento, mas sim o fato de ter em mente e de explicar ao paciente a diferença entre esse complemento que busca aliviar a condição de queixa do paciente e os procedimentos exclusivamente Quiropráticos que buscam corrigir as subluxações.

Qual o ponto mais importante da Subluxação¹?

Os Quiropraxistas não cansam de falar de Subluxação, e isso é importantíssimo, pois instruir o paciente é parte indispensável do bom atendimento.

Mas qual é o ponto crítico da Subluxação? Qual é o ponto indispensável que caracteriza uma Subluxação?

Apesar de algumas pessoas pensarem que é o "desalinhamento", ou o prejuízo a saúde, ou o prejuízo do movimento da vértebra, o verdadeiro ponto base da subluxação sem o qual ela seria quase irrelevante, é a Interferência na comunicação entre o Sistema Nervoso Central e o restante do corpo.

Com essa interferência acontecendo, o corpo não é capaz de manter o equilíbrio bioquímico dinâmico que precisa constantemente e nesse ponto começam os prejuízos mais perceptíveis. Falta de modulação nas funções do corpo, seja para hiperatividade ou hipoatividade, geram os mais diversos problemas.

O Quiropraxista avalia a coluna, não porque ela é seu foco, mas sim porque é nela que ocorrem as interferências. Usamos dos ajustes para normalizar o funcionamento das vértebras e remover a interferência/prejuízo na condução dos impulsos nervosos. Se essa interferência ocorresse em outro local do corpo, seria lá que os Quiropraxistas depositariam sua atenção.


---
¹ - Quando falamos em Subluxação estamos nos referindo à Dysponesis associada ao Complexo de Subluxação Vertebral (Cid 10 M99.1).
Prontuário de Ativador!

Prontuário de Ativador!

O Prontuário de Ativador do Atlas de Quiropraxia está sendo um sucesso!

Mais de 50 prontuários enviados! Peça já o seu!



Agradeço a atenção e carinho com o Atlas de Quiropraxia!

Conhecendo um pouco do Activator Methods - Ativador


O Activator Methods (AM) trata-se de uma técnica de Quiropraxia que utiliza um protocolo para avaliação e um instrumento para o ajuste. Estimas-se que atualmente, o Activator é o instrumento de ajuste mais usado no mundo!

Sua avaliação tem como base o Leg Check (checagem do comprimento das pernas) usando-o como parâmetro para os testes que indicam as subluxações.

São três tipos de testes que o AM utiliza para encontrar as subluxações:

1- Testes de pressão – São estímulos à favor da correção da subluxação.

2- Testes de estresse – São estímulos à favor da subluxação, ou seja, que contribuem com ela.

3- Testes de Isolamento – São movimentos específicos, realizados pelo próprio paciente, que auxiliam à encontrar disfunções neuro-articulares em um segmento motor.

Após encontrar uma dessas disfunções e, seguindo o protocolo, determinar como esta disfunção está ocorrendo e como deve ser corrigida, o Quiropraxista segue então para o Ajuste.

Para corrigir essa disfunção, o Quiropraxista faz uso do instrumento próprio da técnica, posicionado devidamente sobre um ponto específico. O instrumento dispara um impulso extremamente rápido, realizando assim o ajuste.



Os 33 Princípios da Quiropraxia

Os 33 Princípios da Quiropraxia

Existem incontáveis confusões sobre os 33 princípios, então cabem algumas considerações.

Esses princípios são tópicos filosóficos, organizados de uma forma didática pelo quiropraxista R.W. Stephenson na década de 20. Eles são somente uma estrutura didática para facilitar o estudo da filosofia da Quiropraxia, tal qual era estudada até a elaboração dessa organização em formato de "princípios".


Por razões que não tenho como explicar além da minha especulação, os princípios foram dogmatizados (toda a filosofia da Quiropraxia foi, mas os princípios se tornaram quase "mandamentos). A dogmatização é diretamente oposta ao pensamento filosófico, mas assim se deu, e muitos quiropraxistas tratam os princípios como regras que não podem ser questionadas.

Aqui segue uma tradução livre do resumo original de Stephenson.



1º A premissa maior – Inteligência Universal está em toda matéria e constantemente lhes proporciona todas suas propriedades e ações, mantendo sua existência.

2º O significado da vida para a Quiropraxia – A expressão da Inteligência através da matéria é o significado de vida.

3º A união da inteligência com a matéria – A vida é necessariamente a união entre inteligência e matéria.

4º O triuno da vida – A vida é uma triunidade tendo necessariamente três fatores unidos: Inteligência, Força e Matéria.

5º  A perfeição do triuno – Para se ter 100% de vida é necessário 100% de Inteligência, 100% de força e 100% de matéria.

6º O princípio do Tempo – Não há processo que não requeira tempo.

7º A quantidade de inteligência na matéria – A quantidade de inteligência para qualquer parcela de matéria é 100%, e está sempre proporcional à sua necessidade.

8º A função da inteligência - A função da inteligência é criar força.

9º A quantidade de força criada pela inteligência - A quantidade de força criada pela inteligência é sempre 100%.

10º A função da força - A função da força é unir Inteligência e matéria.

11º O caráter das Forças Universais – As forças da Inteligência Universal são manifestadas pelas leis da física; São inabaláveis e inalteradas, e não zelam pela estrutura da matéria.

12º Interferência com a transmissão das Forças Universais – Podem ocorrer interferências na transmissão das forças universais.

13º A função da matéria – A função da matéria é expressar a força.

14º Vida Universal – A força se manifesta pelo movimento na matéria; Toda matéria tem movimento e assim há vida universal em toda matéria.

15º Não há movimento sem aplicação da força – A matéria não pode ter movimento sem aplicação da força pela inteligência.

16º Inteligência na matéria orgânica e inorgânica – A Inteligência Universal dá força tanto para matéria orgânica quanto para inorgânica.

17º Causa e Efeito – Todo efeito tem uma causa e toda causa tem efeitos.

18º Evidência da vida – Os sinais de vida são evidencias da inteligência da vida.

19º Matéria orgânica – O material do corpo de uma ser vivo é matéria organica.

20º Inteligência Inata – Todo ser vivo têm uma inteligência de nascença com seu corpo chamada Inteligência Inata.

21º A missão da Inteligência Inata - A missão da Inteligência Inata é manter a matéria do corpo de uma ser vivo em organização.

22º A quantidade de Inteligência Inata – Há 100% de inteligência Inata em toda ser vivo que necessite dela, proporcionalmente a sua organização.

23º A função da Inteligência Inata - A função da Inteligência Inata é adaptar a Força Universal e matéria para uso no corpo, então coordenando todas as partes de um corpo para uma ação em benefício mutuo.

24º Os limites da adaptação – A Inteligência Inata adapta forças e matéria para o corpo tanto quanto possível sem infringir as leis universais. A Inteligência Inata também é limitada pelas limitações da matéria.

25º O caráter das Forças Inatas – As forças da Inteligência Inata nunca destroem ou prejudicam as estruturas nas quais ela atua.

26º Comparação das forças Universais e Inatas A fim de continuar o ciclo Universal da vida, as forças Universais são destrutivas e as Inatas são construtivas no que diz respeito à matéria.

27º A normalidade da Inteligência Inata – A Inteligência Inata e seu funcionamento estão sempre normais.

28º Os condutores das forças Inatas – As forças da Inteligência Inata operam através ou sobre o sistema nervoso no corpo dos animais.

29º Interferência com a transmissão das forças Inatas – Podem ocorrer interferência com a transmissão das forças Inatas.

30º A causa das Desfacilitação (desarmonia) -Iinterferência com a transmissão das forças Inatas causam desarmonia.

31º Subluxações - Interferência com a transmissão no corpo são sempre causadas direta ou indiretamente pelas subluxações na coluna vertebral.

32º O princípio da Coordenação – Coordenação é o princípio da ação harmoniosa de todas as partes do organismo, na totalidade de suas funções.



33º A lei de demanda e suprimento - A lei de demanda e suprimento existe no corpo em seu estado ideal; Metaforicamente a “centro de gerenciamento” é o cérebro, Inato é o “gerente” virtuoso, as células do cérebro são “atendentes” e as células dos nervos são os “mensageiros”.