Quiropraxia VS Medicina => Quiropraxia & Medicina - Profissões diferentes com objetivos diferentes

Descontentes com o modelo médico atual, muitos pacientes e estudantes de Quiropraxia acabam caindo no erro de considerarem a Quiropraxia melhor que a Medicina.

Esse tipo de comparação é inviável! Estas duas profissões são ótimas no que se propõem a fazer. Enquanto os Doutores Médicos estão preocupados em descobrir qual doença está acometendo o paciente e qual a melhor conduta para tratar e curar este paciente, o Doutor Quirorpaxista procura olhar para o Paciente independente de sua condição (doença, lesão,etc.) vendo naquele ser humano as suas trilhões de células funcionando. Algumas talvez de maneira inadequada. Mas o que importa agora é realizar os procedimentos Quiropráticos para permitir à esse corpo humano funcionar da melhor maneira que ele é capaz! Funcionar com 100% de sua performance!

A saúde das pessoas melhora com a Quiropraxia devido à essa oportunidade que o corpo tem de funcionar a todo vapor, sem interferências no Sistema Nervoso. Isso não melhora apenas a saúde, mas tudo que a pessoa faz, ela passa a fazer ainda melhor!

Imaginem uma criança que tira média 7 na escola. Pratica atividades físicas com relativa normalidade, gosta de games, foge um pouco da lição de casa. A mãe então percebe que esta criança está levemente “torta”, pendendo para a esquerda.

Obviamente preocupada, esta mãe leva seu filho ao Ortopedista que lhe explica que seu filho tem ESCOLIOSE, que não há muito o que se fazer visto que Escoliose não tem sua causa bem entendida, não tem um tratamento estabelecido e comprovado e muitas vezes sequer é sintomática (sequer traz problemas).

Um pouco mais tranqüila a mãe volta para sua casa e resolve pesquisar um pouco até que descobre uma profissão “especialista em coluna”, a tal Quiropraxia

Ela cria então esperanças de que seu filho se “endireite”!

No consultório do Quiropraxista, o Doutor explica que não existe tratamento bem estabelecido para escoliose, mas que o que ele pode fazer é verificar se seu filho está com alguma vértebra levemente desalinhada prejudicando a livre comunicação do cérebro com o restante do corpo. Sem entender muito bem o que isso quer dizer, a mãe se certifica de que não fará mal e de que trará benefícios para seu filho.

Em pouco tempo, o Quiropraxista verifica e ao encontrar uma dessas vértebras levemente desalinhadas realiza um procedimento bastante peculiar chamado AJUSTE, devolvendo à essa vértebra sua funcionalidade adequada.

Ao final da consulta, a mãe agradece e tem a impressão de que o filho está menos “torto”, mas nada muito convincente.

Cerca de dois meses depois a mãe volta ao Quiropraxista e lhe agradece imensamente!

“Seu filho melhorou da escoliose?” Pergunta o Quiropraxista.

”Não reparei!” comenta a mãe, “Mas sei que suas notas melhoraram, hoje sua média é 9, ele está participando do time de futebol da escola, faz os deveres dentro dos prazos e somente depois vai brincar! E se tornou ainda mais amável com todos! Não sei como fez isso, mas muito obrigada!”

Quando nosso cérebro pode coordenar o corpo sem interferências, uma coisa incrível acontece, uma só: A Vida Plena!

Esse tipo de história é bastante comum entre os Quiropraxistas e pacientes da Quiropraxia, mas não foi colocada aqui para mostrar que a Quiropraxia é “Superior” mas sim para mostrar que é DIFERENTE!

Quantas vidas são salvas por Médicos a cada segundo? Quantas pessoas se livram de suas doenças graças aos medicamentos que lhes são receitados pelos Médicos?

Quantas famílias foram reestruturadas graças à Quiropraxia? Quantas curas “””inexplicáveis””” aconteceram?

Cada qual têm seu lado maravilhoso; Respeito mutuo e entendimento das duas profissões é o que importa para os profissionais e pacientes.


Eu me consulto regularmente com Quiropraxistas e com Médicos, você deveria fazer o mesmo!